MAYAS: REVELAÇÃO DE UM TEMPO SEM FIM

2014 Exposições Memória institucional

 “Mayas: revelação de um tempo sem fim” reuniu pela primeira vez no Brasil cerca de 380 objetos da cultura maia, provenientes de diversos museus mexicanos.

O reconhecimento da riqueza cultural deste povo pré-colombiano começou a se espalhar pelo mundo a partir do século XIX. Nas últimas décadas do século passado, quando seu sistema de escrita foi completamente decifrado, a cultura maia despertou definitivamente múltiplos interesses, em diversos segmentos da sociedade.

No Brasil nunca havia sido realizada uma exposição capaz de traduzir e revelar a abrangência cultural da civilização maia nos campos da arte, arquitetura e estudos astronômicos e matemáticos.

Brasil e México uniram-se em uma parceria inédita, que apresentou de 10 de junho a 24 de agosto de 2014, no Museu da Cidade – Oca, a civilização que floresceu por séculos em uma grande parte do continente americano.

A exposição, que recebeu 152 mil visitantes, foi uma realização do Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH) do México, da Embaixada do México, do Museu da Cidade – Oca e da Prefeitura da Cidade de São Paulo. Teve o apoio do Ministério da Cultura, por intermédio da Lei Federal de Incentivo à Cultura – Lei Rouanet, e o patrocínio do Banco Itaú, da Embratel, da Claro e da Caixa Seguros, além do apoio da Femsa e Pullman. Contou ainda com o apoio do PROAC – Programa de Ação Cultural do Governo do Estado de São Paulo. 

Mayas: revelação de um tempo sem fim